em VIVENDO MELHOR


Guto e Henrique compartilham amor pelo rock |Foto: Reprodução/RBS TV

O amor pelo filho, a paixão pelo rock e a falta de informações sobre acessibilidade em shows fizeram com que o empresário catarinense Guto Alperstedt idealizasse um aplicativo para ajudar Henrique, que nasceu com uma deficiência física, a frequentar apresentações de suas bandas favoritas. 

Segundo Guto, a convivência dos dois sempre foi embalada com a trilha do rock. Apaixonado por bandas como Beatles, Henrique, que tem uma limitação física desde a infância, conta que perdeu shows por causa da ausência de detalhes sobre os locais e acessos aos eventos. Por isso, ambos ficaram em casa, o que acabava gerando frustração.

PAI FILHO 2

Para tentar resolver de vez essa questão, Guto e a esposa encararam um desafio. Mesmo sem terem  experiência na área de tecnologia, eles foram selecionados entre 400 inscritos para participar deste laboratório de ideias. E a dificuldade vai se transformar em uma solução não só para Henrique, mas para outros que compartilham a mesma inquietação. 

Com o projeto ‘Eu chego lá’,  a família quer criar um aplicativo de celular que reúna informações sobre locais de shows e teatros em que todos possam circular facilmente. Assim, ninguém vai deixar de sair de casa por que tem duvida quanto à acessibilidade. “É para ajudar não só o meu filho, mas esses quase 30% de brasileiros que tem a mobilidade reduzida”, afirmou o pai. 

E o projeto, que deve sair do papel em quatro meses, só  reforça uma das lições que Guto sempre ensinou ao filho: seja qual for a dificuldade, é preciso encará-la e seguir em frente.

Fonte: G1

Siga-nos e curta nossa página