em VIVENDO MELHOR


Gigantes da tecnologia se unem para ensinar acessibilidade | Foto: Canaltech

Gigantes da tecnologia se unem para ensinar acessibilidade | Foto: Canaltech

Acessibilidade é sempre um assunto interessante e que precisa de atualização constante. O bom é que a cada dia vemos novas iniciativas bacanas nesse sentido. Vejam esse artigo do CanalTech sobre as gigantes da tecnologia envolvidas no projeto “Ensinando Acessibilidade”. 

 

Algumas das principais empresas do mercado tecnológico, como Facebook, Microsoft, Yahoo! e AT&T resolveram se unir para que o ensino superior especializado em tecnologia priorize a acessibilidade em suas aulas. Instituições como as universidades de Stanford, Carnegie Mellon e Georgia Tech fazem parte do projeto, cujo objetivo é desenvolver tecnologias que qualquer pessoa possa usar, treinando estudantes e profissionais de áreas técnicas para que a acessibilidade seja sempre uma prioridade na hora de desenvolver alguma ferramenta, serviço ou produto.

O projeto nomeado Teaching Accessibility (“Ensinando Acessibilidade”, em tradução literal) conta com a ajuda da American Association of People with Disabilities (AAPD) e foi elaborado visando “criar modelos de ensino e treinar estudantes de tecnologia para desenvolver experiências acessíveis”, segundo o grupo. Ainda de acordo com as companhias, “somente quando a acessibilidade for mainstream a tecnologia atingirá seu verdadeiro potencial de conectar as pessoas de todo o mundo”. O anúncio do lançamento da iniciativa coincide com o vigésimo quinto aniversário da Americans with Disabilities Act, lei contra a discriminação de norte-americanos com deficiências assinada pelo ex-presidente George Bush, em 1990.

A declaração divulgada pelo coletivo revela ter como missão “preparar melhor os estudantes de campos como design e ciência da computação para criar novas tecnologias que incluam, verdadeiramente, a todos”. O Teaching Acessibility vai analisar interações entre o homem e o computador, engenharias de educação e conceitos de design que englobem essa parcela da população para que os estudantes de diferentes campos de conhecimento possam aprender a criar tecnologias verdadeiramente inclusivas.

TECNOLOGIA 2

A falta de consideração pelas pessoas com deficiências no mundo da tecnologia tem chamado mais a atenção da mídia ultimamente, fazendo com que as empresas se atentem cada vez mais à questão da inclusão. Empresas como LinkedIn, Yahoo! e Facebook estarem envolvidas com a causa atrai ainda mais atenção ao assunto. Para a Microsoft, por exemplo, as ofertas de trabalho do setor já deveriam dar preferência àqueles com conhecimentos de acessibilidade.

Fonte: CanalTech
Siga-nos e curta nossa página