em COOL !


Arq. Flávio Inserra

Arq. Flávio Inserra

Olá!

Nos últimos anos a expressão “sem teto” tem sido muito vista em todos os jornais, revistas e noticiários. 

Mas poucos falam dos “com teto”… particularmente acho isso injusto, uma vez que existem muitas coberturas dignas de destaque.

Brincadeiras à parte, garimpei para hoje alguns dos telhados mais inusitados para vermos juntos o que se anda fazendo por aí. Divirta-se!

O Archipod é uma estrutura circular feita de madeira e fibra de vidro, com acabamento de gesso acartonado . Foto: Divulgação

O Archipod é uma estrutura circular feita de madeira e fibra de vidro, com acabamento de gesso acartonado . Foto: Divulgação

Laboratório Solar da Universidade Tecnológida de Nanyang (NTU) HUALA LUMPUR, MALASIA

Laboratório Solar da Universidade Tecnológida de Nanyang (NTU) HUALA LUMPUR, MALASIA. O sistema imita o processo de fotosíntese das plantas para converter a agua em combustível de hidrogênio ou HIDROCOMBUSTÍVEL. É o único centro desse tipo na Ásia.

O prédio é um beagle gigantesco – o maior que existe – situado na cidade de Idaho. Um deck leva ao interior do au-au, onde os visitantes dormem e comem. A cabeça do cachorro é um espaço confortável, uma bela sala, onde mais gente pode dormir, e dá para se recostar na curva do focinho.

O prédio é um beagle gigantesco – o maior que existe – situado na cidade de Idaho. Um deck leva ao interior do au-au, onde os visitantes dormem e comem. A cabeça do cachorro é um espaço confortável, uma bela sala, onde mais gente pode dormir, e dá para se recostar na curva do focinho.

aa- curvo

Solar Powered Office Complex.Em formato de leque, esta estrutura que se assemelha a um relógio é o maior edifício comercial alimentado por energia solar no mundo. Localizado em Dezhou, na província de Shandong, noroeste da China, o prédio de 75 mil metros quadrados de área abriga um hotel, centros de exposição, laboratórios de pesquisa e desenvolvimento científicos e espaçosas salas para reunião e treinamento.

Estádio de Kaohsiung, em Taiwan Com jeitão futurístico, o estádio de Kaohsiung, em Taiwan, carrega o título de primeiro do mundo 100% movido a energia solar. Seu teto é recoberto por nada mais nada menos do que 8.844 placas solares, que fornecem energia suficiente para as 3,3 mil lâmpadas que iluminam o estádio e mais dois telões gigantes que transmitem os jogos.

Estádio de Kaohsiung, em Taiwan
Com jeitão futurístico, o estádio de Kaohsiung, em Taiwan, carrega o título de primeiro do mundo 100% movido a energia solar. Seu teto é recoberto por nada mais nada menos do que 8.844 placas solares, que fornecem energia suficiente para as 3,3 mil lâmpadas que iluminam o estádio e mais dois telões gigantes que transmitem os jogos.

Sanyo Solar Arc. Essa estrutura em forma de asa elegantemente

Sanyo Solar Arc.
Essa estrutura em forma de asa elegantemente “pousada” no solo abriga desde 2002 o Museu da Energia Solar, mais conhecido como Sanyo Solar Ark. Semelhante a um arco de 315 metros de largura e 37 m de altura. Localizado na Província de Gifu, no centro do Japão, o impressionante edifício possui mais 5 mil paineis solares e produz mais de 500 mil kWh de energia por ano.

Casa Ovo, do escritório belga DMVA (Foto: Divulgação) Esqueça aquele desenho convencional da casa, com telhado, portas e janelas em simetria. No lugar disso, imagine morar numa propriedade móvel em formato de ovo e feita de poliéster.

Casa Ovo, do escritório belga DMVA (Foto: Divulgação)
Esqueça aquele desenho convencional da casa, com telhado, portas e janelas em simetria. No lugar disso, imagine morar numa propriedade móvel em formato de ovo e feita de poliéster.

Siga-nos e curta nossa página